Buscar
  • Herculano

VOLTARAM ATRÁS. REVOGARAM A LICENÇA DO VEREADOR AMAURI

Em janeiro, noticiei aqui que o servidor efetivo da prefeitura de Gaspar, eleito vereador, Amauri Bornhausen, PDT, havia se licenciado das suas funções para exercer suas atividades políticas. Era assim que justificava o documento oficial da prefeitura, assinado pelo prefeito Kleber Edson Wan Dall, MDB. Até elogiei a atitude de Amauri visando à dedicação exclusiva ao mandato.


Para minha surpresa, dos leitores e leitoras do blog, mas principalmente a dele que me questionou e nada sabia disso até então, esta licença não tinha sido pedido pelo próprio Amauri. Um mal estar danado no PDT, na poderosa coligação que sustenta a Bancada do Amém na Câmara e na prefeitura.


Agora, vejam bem, mais de dois meses depois do acontecido e mal estar, a portaria 6.609 torna "sem efeito a licença para desempenho de atividade política do ocupante do cargo em provimento efetivo de Escriturário, lotado na Secretaria da Fazenda e Gestão Administrativa, realizada através da Portaria nº 6.607, de 04 de janeiro de 2021, veiculada no Diário Oficial dos Municípios – DOM/SC, Edição 3370, em 04 de janeiro de 2021".


Gente estranha. Não é a toa que sou líder de leitura e um calo nessa gente do poder de plantão que vive de entortar os outros ao seu modo. E para concluir: também não mudei a minha opinião. Eu defendo que servidor público se licencie do cargo para melhor desempenhar a função de vereador. Acorda, Gaspar!