Buscar
  • Herculano

O GOVERNADOR REFÉM DO VELHO

Então quer dizer que o governador Carlos Moisés da Silva, PSL, depois de dois anos enclausurado na Casa D'Agronômica, em Florianópolis; despertado na Assembleia por dois processos impeachments - injustos, armados e politiqueiros, diga-se desde já - e uma CPI - com causa justa e determinada, diga-se também desde logo, devido aos R$ 33 milhões que liberou sem reavê-los até agora, para respiradores superfaturados e que não valem para o objetivo da compra, CPI que se exagerou na politização -, resolveu "convidar" pingados donos de veículos do "Médio Vale", para "um bate-papo" de duas horas lá na Capital?


Deprimente. As fotos que registram o encontro não deixam dúvidas. Nem coletiva era. Nem tema tinha. Era uma "aproximação" a quem está isolado e nem sabe quem está na interlocução. Isto sem falar mistura de interesses, negócios e jornalismo. Meu Deus!


O que faz um governador, um ex-comandante do Corpo de Bombeiros Militar, um tenente coronel da reserva, que recebeu 71,09% dos votos válidos dos catarinenses porque jurou que "faria a tal nova política", amarrar cachorros com a linguiça e vê-los todos soltos à sua volta e lhe acuando depois da linguiça ser comida?


Que delícia essa minha vida de olhar a maré.


E quem teve a brilhante ideia e levou essa gente lá? O ex-prefeito de Timbó e deputado Laércio Schuster, PSB. Anunciou-se R$28 milhões de investimentos - infraestrutura e saúde - para o "Médio Vale": zero para Gaspar e Ilhota. E teve gente daqui que foi lá e comemorou a ida ao encontro. Esses recursos beneficiam o curral eleitoral do deputado: Timbó, Indaial, Rio dos Cedros, Benedito Novo e Pomerode.


Ou faz coletiva (algo improdutivo), ou conversa sobre negócios via a diretoria da Adjori, ou escolhe apostas individuais nas redações, veículos de comunicação e se corre o risco, no jogo jogado. Tudo errado.


Carlos Moisés, aquele que se vendeu como o novo, na verdade, agora está refém do velho, de políticos de ocasião e até, de cachorro morto. Meu Deus! (25.01.2025)