Buscar
  • Herculano

O FEDOR DO LIXO EM GASPAR


O prefeito Kleber Edson Wan Dall, MDB, quando não se queixa das cobranças, principalmente deste espaço, arrota falsamente pelas suas redes sociais aos seus pares e apoiadores, de que ele e seu governo são exemplos ambulantes de transparência, "reconhecidos" por organismos de fiscalização


Ontem escrevi sobre sobre a outra proposta de transparência muito comum no governo, a opaca e que a tratam como a verdadeira transparência.


Passadas quase 48 horas - apesar do feriado de ontem -, Kleber e seus sábios não disponibilizaram no site oficial da prefeitura aos gasparenses - e que vão pagar a gorda conta de mais de R$6,1 milhões, a ata do resultado do pregão 023/2021 que trata da recolha e destinação do lixo urbano de Gaspar.


E não adianta repetir a ladainha de que o enfadonho e longo certame foi transmitido e está disponível no Youtube. O que vale, o que é oponível, é a ata escrita e seus documentos contestatórios dentro do processo de licitação, os quais já deveriam estar todos disponíveis. Transparência, zero.


A única coisa que se sabe, é que uma pequena concorrente do Paraná, à última hora, obrigou o Samae e a prefeitura, mudarem alguns pontos do edital, e que cheiravam direcionamento. Acorda, Gaspar!