Buscar
  • Herculano

KLEBER "ENQUADRA" PP

Na volta das férias e antes de qualquer reunião do colegiado ou no gabinete, o prefeito reeleito de Gaspar, Kleber Edson Wan Dall, MDB, foi nesta segunda-feira com o seu vice, Marcelo de Souza Brick, PSD, enquadrar o PP na secretaria de Obras e Serviços Urbanos, tocada pelo seu ex-vice, Luiz Carlos Spengler Filho e na secretaria de Agricultura e Aquicultura. Esta secretaria voltou para as mãos do antigo titular e que não conseguiu se eleger vereador, André Pasqual Waltrick (611 votos); no primeiro mandato, pela autonomia que tinha, arrumou algumas confusões contra Kleber. Esta é a notícia.


Mas, qual a razão do enquadramento tão cedo? O PP - um ex-rival histórico do MDB daqui - depois de ter sido sacado da vice, tomou para si a faca e o queijo nas mãos.


O PP de Gaspar elegeu três vereadores (Mara Lúcia Xavier da Costa, 802 votos; Cleverson Ferreira dos Santos, 783 votos e novamente José Hilário Melato, 774 votos) para a Bancada do Amém feita por enquanto de onze dos 13 vereadores.


Luiz Carlos, ex-vice de Kleber, escolheu a pasta que quis - apesar do ex-titular e da turma de Kleber ter tirado verbas dela e levado para o Planejamento Territorial onde se deslocou, como já relatei. O PP ainda emplacou para seus candidatos derrotados à vereança, as secretarias de Desenvolvimento Econômico, Renda e Turismo com Pablo Ricardo Fachini (687 votos) e a Assistência Social, com Salésio Antônio Conceição (371 votos). Estas secretarias antes eram do cotão do MDB.


O MDB de Gaspar sabe que perdeu os anéis para ganhar as eleições ao dar a vice-prefeitura a Marcelo tirando-a de Luiz Carlos.


Por isso, agora, o governo de Kleber possui dificuldades para ampliar a área de influência do PSD na atual administração. Está sendo cobrado. Um vereador da base - e influente - me fez a seguinte observação sobre esta perda de espaço do PSD: "a vice para o PSD já está de bom tamanho".


Isto mostra como continua quente nos bastidores do recém instalado novo governo diante das disputas por espaços e que já as relatei em post anterior. Acorda, Gaspar!