Buscar
  • Herculano

A POLÊMICA DA COPA AMÉRICA É UM SINAL DE ALERTA PARA BOLSONARO E OS BOLSONARISTAS



A rebelião surgida entre os jogadores medalhões unidos à comissão técnica, relativamente estável da seleção brasileira de futebol, com a Confederação Brasileira de Futebol, ascendeu um sinal de alerta para o político, manipulador, mentiroso compulsivo e presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sem partido, seus filhos e seus seguidores.


Nada disso teria acontecido, se a CBF não tivesse vindo a público agradecer o "empenho" do presidente pela realização à ultíssima hora da Copa América e que Colômbia e Argentina - por questões sanitárias - não quiseram fazê-la.


Nada disso teria acontecido se o presidente Bolsonaro, não tivesse ele próprio desempenhado papel de liderança para que a Copa América ocorresse aqui, numa contradição de comportamento explícito aos "passos" de lesma dele, seus filhos e equipe, para conter a pandemia e comprar as vacinas que livram o povo do medo, das UTIs, da morte que se está tão perto de meio milhão de almas e abala tão fortemente à economia.


A negação e reação contra à realização da Copa América entre nós - eu sou a favor e já escrevi aqui a razão disso - é na verdade, uma reação política. Ela dá bem à dimensão do desgastes e de quanto será difícil à eleição do ano que vem para Bolsonaro. Mais do que nunca, está claro agora, Bolsonaro precisa que Luiz Inácio Lula da Silva, PT, esteja no segundo turno. Igualmente Lula que por isso, não quer o impeachment de Bolsonaro.


Se um dos dois estiverem fora do segundo turno, Bolsonaro, possivelmente, pela escolha de se eliminar um que se provou danoso ao Brasil e outro que está na mesma direção, ambos perderão para a terceira via, que até pode ser tão ruim quanto ambos foram ou são.


Para encerrar duas constatações irônicas: a camisa amarelinha da seleção e mal usada pelos bolsonaristas como símbolo de patriotismo, quem diria, deixou de ser unanimidade. E os estádios superfaturados pela era petista, tomaram os lugares das UTIs e Hospitais tão necessários agora no combate a Covid-19.