Buscar
  • Herculano

A HIPOCRISIA E O JOGO DOS POLÍTICOS


Ler jornal em Gaspar é uma preocupante aula de hipocrisia.


Uma reportagem dá conta que as vereadoras Zilma Mônica Sansão Benevenutti, MDB, e Mara Lucia Xavier da Costa dos Santos, PP, foram a delegacia de Gaspar pedir mais policiais para a cidade. É preciso. Ainda mais quando as secretarias da Assistência Social, a da Educação e a Fundação Municipal de Esportes e Lazer, falham na mitigação dos graves problemas sociais.


Como assim ir ma Delegacia de Polícia daqui? Até pode se... o Delegado Geral da Polícia Civil de Santa Catarina não fosse o gasparense, Paulo Norberto Koerich - bem conhecido das vereadoras - e que mora aqui.


Nem precisam ir a Florianópolis. Era só ajustar num final de semana uma agenda comum e pedir isso diretamente para quem decide e vai dar a resposta. Gente estranha. Discursos, discursos, discursos.


A outra requerimento mostra um requerimento do vereador Francisco Hostins Júnior, MDB, tentando enquadrar a regional da Celesc, em Blumenau, pelas constantes quedas de energia em várias regiões de Gaspar. Ele está certo. E todas as sessões da Câmara outros vereadores desfiam a mesma ladainha.


Uai! Mas o diretor regional da Celesc e que sempre se acha, Cláudio Varella, não é uma indicação política do PSD partido que compõe o governo de Hostins?


Então, não seria o caso de pegar o vice-prefeito Marcelo de Souza Brick, PSD, e o deputado Ismael dos Santos, PSD, o queridinho da administração de Kleber Edson Wan Dall, MDB, avalista da indicação de Varella e ir a Blumenau colocar tudo em pratos limpos em favor dos sofridos gasparenses?


O papelinho que se faz é mera repetida burocracia para quem verdadeiramente não quer solução e precisa do problema para apontar culpados aos seus eleitores, ter discurso e emplacar reportagens por ai. Acorda, Gaspar!